sábado, 4 de setembro de 2010

O conhecimento incorporado

Prezados

O site do yahoo.com conversou com especialistas e compilou algumas das dicas mais recentes sobre como melhorar o que eles chamam dos “músculos” do cérebro associados com a memória (http://health.yahoo.net/articles/womens-health/10-tricks-improving-your-memory).

Como aquele texto destaca, embora possa soar estranho, gesticular enquanto se tenta aprender um conceito, pode ajudar o cérebro a se lembrar de algo importante, na opinião de Jeff Brown, co-autor do livro “ O cérebro do vencedor”.

Para aquele especialista, gesticular de maneira significativa, enquanto se está aprendendo alguma coisa, pode ajudar a recordar o conceito. Ainda segundo ele, a idéia é armazenar pelo menos dois tipos diferentes de informações sobre algo que se vai precisar recordar mais tarde.

Ele exemplifica com crianças envolvidas na solução de problemas de matemática: elas os falam em voz alta, mas também os trabalham no ar.

O texto propõe algumas táticas para se tentar aplicar estas ideias. Por exemplo, quando se aprende o nome de alguém, pode-se escrever o nome na palma da sua mão com o dedo. O ato de traçar as letras sobre a palma da mão pode ajudar o cérebro a se lembrar, diz o Dr. Brown. Outro exemplo é desenhar um mapa imaginário do supermercado ou do shopping center no ar, falando em voz alta o nome dos itens ou das lojas que se precisará lembrar quando se for às compras.
Estas dicas estão alinhadas com as ideias de Nonaka sobre o aprendizado com o corpo, que ele chama de incorporado, em oposição à tradição ocidental de aprendizado puramente mental.

Quanto mais incorporado o aprendizado, mais ele propicia conhecimento tácito, pois o aprendizado com o corpo afeta nossos sentidos, o que dificulta sua plena codificação.

Forte abraço

Fernando Goldman

Um comentário:

Thiaguinhonhonhonho disse...

Que legal, nunca tinha lido ou ouido nada sobre o assunto. Tenho alguma dificuldade m recordar conceitos, sou muito auditivo mas acabo esquecendo fácil coisas que leio por exemplo. Além de ler em voz alta, gesticular deve me ajudar a gravar bem o conhecimento. Valeu a dica!!!

Um abraço!