sexta-feira, 24 de setembro de 2010

SBGC-RJ apóia o evento: Ana Grandori no Rio, dia 30/09, às 11 horas

Apoio:





Prezados

A SBGC-RJ está apoiando o evento, que nos propiciará uma conferência com a pesquisadora Anna Grandori ( Bocconi University, Milão, Itália), no programa de Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento do IE/UFRJ, PPED.

Anna Grandori é considerada um dos expoentes do tema Knowledge Governance e fará a conferência intitulada “Knowledge & Governance: from cognitive to epistemic".

O evento é aberto, as inscrições são gratuitas, porém as vagas são limitadas. Para se inscrever, envie e-mail para fernandogoldman@yahoo.com.br .

O evento será no dia 30 de setembro, de 11 às 13 horas no Instituto de Economia, na Praia Vermelha.

Local:
Auditório da Casa da Ciência
Centro Cultural de Ciência e Tecnologia da UFRJ **
Rua Lauro Müller, 3 Botafogo
Forte abraço

Fernando Goldman

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

O papel da Verdade no Conhecimento (II)

Prezados

Quando diz que a Teoria da Criação do Conhecimento Organizacional destaca a natureza do conhecimento como "crença justificada”, em oposição ao que sempre predominou no ocidente, onde a epistemologia − a teoria do conhecimento – tradicionalmente focou na "verdade", Nonaka de certa forma se alinha ao racionalismo crítico, a filosofia que Popper criou, a qual se ocupa primordialmente de questões relativas à epistemologia.

É verdadeiramente interessante notar que, a exemplo do que acontece nos Estados Unidos, no Brasil a grande maioria dos executivos não tem muita afinidade por assuntos que possam, mesmo que minimamente, se aproximar da filosofia.

Por mais louco que possa parecer, há um conceito que vê a filosofia como algo que inibe a ação. Algo como um “parar para pensar”, que impede o agir.

É fácil perceber em qualquer platéia de profissionais de nível de decisão, quando o assunto resvala na filosofia, um olhar para cima de forma pejorativa, tipo: lá vem filosofia. Mas como tentar entender o conhecimento sem um mínimo de epistemologia?

Quando o assunto é Gestão do Conhecimento, a maioria de nossos executivos prefere buscar avidamente “estudos de casos de sucesso”, preferindo acreditar em relatos de aplicações de práticas de apoio, que tenham alcançado bons resultados. Em outras palavras: sonhando com fórmulas mágicas.

Enquanto isso, o racionalismo crítico, nascido na Áustria, em 1934, com a publicação do primeiro livro de Popper − Logic der Forschung (A Lógica da Pesquisa Científica) − diz, colocando de forma bastante simplificada, que não importa quantos casos de sucesso possam ter sido observados para uma determinada prática, não é possível induzir que uma próxima aplicação daquela mesma prática resultará em um caso de sucesso.

O trabalho de Popper se constituiu em uma crítica ao positivismo lógico do Círculo de Viena, defendendo a concepção de que toda verdade, portanto todo conhecimento, é falível e corrigível, virtualmente provisório.

À luz do racionalismo crítico, fica mais fácil entender a ideia do conhecimento como “crença justificada em uma verdade”, verdade esta, que sempre será provisória, pois estará sempre sendo testada, sujeita a novos fatos ou a novos conhecimentos, permitindo assim ser refutada, ou seja, falseada.

Forte abraço

Fernando Goldman

Curso: Gestão do Conhecimento Organizacional - 20 de outubro de 2010, no Rio de Janeiro

Caso não consiga visualizar esta mensagem adequadamente, acesse este link

Gestão do Conhecimento Organizacional

Objetivo Geral: Sensibilizar os participantes para a importância do capital intelectual e dos principais conceitos, métodos e técnicas da Gestão do Conhecimento Organizacional.

Objetivos Específicos: Com total envolvimento dos participantes, serão discutidos conceitos fundamentais para planejar e executar novas abordagens para lidar com os ativos intangíveis do conhecimento e o uso adequado de tecnologias avançadas para a gestão do conhecimento nas organizações.

Programa

  • O conhecimento organizacional como ativo intangível
  • Construindo vantagens competitivas sustentáveis
  • Gestão do Conhecimento como fonte da inovação
  • A eficiência adaptativa
  • Três gerações de Gestão do Conhecimento: em qual sua empresa está?
  • O conhecimento como fator de produção e sua diferenciação da informação
  • Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento
  • A criação do conhecimento organizacional
  • A principal prática de Gestão do Conhecimento
  • Liderança na Sociedade do Conhecimento
  • O papel das metáforas, analogias e narrativas
  • Comparando modelos a serem aplicados

Instrutor

Fernando Goldman

Fernando Goldman – Doutorando em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento no Instituto de Economia da UFRJ. Engenheiro Eletricista pela UFRJ, com Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense (UFF), pesquisando sobre Conhecimento e Inovação Tecnológica. É consultor e professor universitário. Diretor Regional da Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento no RJ. Responsável pelo blog "O que é Gestão do Conhecimento".

Data e Local

Data: 20/10/2010
Carga Horária: 8 horas (08:30 às 17:30h)
Local: Av. das Américas 700 - bloco 6 sala 243 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro
Estacionamento Coberto no local ( não incluso )
Vagas Disponíveis: 15 vagas

Inscrições

Valor: R$ 870,00
Para Inscrições até dia 05/10/2010 R$ 770,00
Inclusos: coffee-breaks, almoço, certificado e material didático

Inscreva-se

Caso o link para a inscrição não funcione, copie e cole em seu navegador o seguinte endereço: http://www.synergiaeditora.com.br/treinamento/curso-gestao/inscricao/

Dúvidas, solicitações e demais informações, entre em contato:
E-mail: treinamento@synergiaeditora.com.br
Tel.: (21) 3273-8250

Realização
Apoio






Você está recebendo este e-mail porque se cadastrou ou tem relacionamento com Synergia Editora através do seu e-mail fernando.goldman@ufrj.br. Para cancelar seu recebimento acesse aqui. Em caso de abuso, denuncie aqui.

emailManager

 

Belo monte de violências (I)

Prezados

Gostaria de recomendar o artigo disponível no link abaixo:

Belo monte de violências (I)

Forte abraço

Fernando Goldman

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Curso de Gestão do Conhecimento Organizacional no Rio de Janeiro, 20.10.2010



Realização:




Curso: Gestão do Conhecimento Organizacional

Data: 20/10/2010
Horário: Das 8:30h às 17:30h
Local: Rio de Janeiro

Endereço: Espaço Città: Centro Empresarial Città Office - Av. das Américas 700 - bloco 6 sala 243 - Barra da Tijuca - junto ao Downtown

Objetivos

Objetivo Geral: Sensibilizar os participantes para a importância do capital intelectual e dos mais atuais conceitos, métodos e técnicas da Gestão do Conhecimento Organizacional.

Objetivos Específicos: i)com total envolvimento dos participantes, serão discutidos conceitos fundamentais para planejar e executar novas abordagens ao lidar com os ativos intangíveis do conhecimento e a dinâmica do conhecimento organizacional; e ii)preparar os participantes para exercerem o papel de coordenadores e/ou facilitadores na implantação de um Plano Diretor de Gestão do Conhecimento Organizacional, nas empresas em que atuam.

Programa

O conhecimento organizacional como ativo intangível

Construindo vantagens competitivas sustentáveis

Gestão do Conhecimento como fonte da inovação

A eficiência adaptativa

Três gerações de Gestão do Conhecimento: em qual sua empresa está?

O conhecimento como fator de produção e sua diferenciação da informação

A relação entre Educação Corporativa e Gestão do Conhecimento

A criação do conhecimento organizacional

A principal prática de Gestão do Conhecimento

Liderança na Sociedade do Conhecimento

O papel das metáforas, analogias e narrativas

Comparando modelos a serem aplicados

Instrutor



Fernando Goldman

Doutorando em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento no Instituto de Economia da UFRJ. Engenheiro Eletricista pela UFRJ, com Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Pesquisador sobre Conhecimento e Inovação Tecnológica, com diversos trabalhos publicados sobre o tema. Diretor Regional da Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento no RJ. Responsável pelo blog “O que é Gestão do Conhecimento” http://www.kmgoldman.blogspot.com/.

.

Inscrições

- Investimento: R$ 770,00 para inscrições até dia 05.10.2010 e R$ 870,00 para inscrições após 05.10.2010

- Associado SBGC tem 10% de desconto;

- Inclusos: dois coffe-breaks, almoço no Galeria Gourmet, certificado, material didático e networking de alto nível;

Estacionamento coberto no local (não incluso);

- Carga horária: 8 horas;

- Vagas disponíveis: 15 vagas

Pagamento via depósito bancário identificado no Banco do Brasil, agência 0101-5, conta corrente 48890-9, em nome da JG 2008 Editora e Comunicação Ltda. – CNPJ 09.228.201/0001-15. Para efetuar sua inscrição, clique aqui.

A inscrição será efetivada após o envio do comprovante de depósito para o e-mail
fernando.goldman@yahoo.com. Este comprovante deve ser apresentado no início do curso.

Maiores informações com Fernando Goldman pelo (21) 8889-8878.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O papel da Verdade no Conhecimento

Prezados

Em várias postagens anteriores, tenho utilizado a definição da Teoria da Criação do Conhecimento Organizacional, que define o conhecimento em três partes:

1ª parte - o conhecimento é uma crença justificada em uma verdade;

2ª parte - o conhecimento é aquilo que se sabe e possibilita capacitação de:

a) definir e resolver problemas; e

b) ação eficaz;

3ª parte - o conhecimento é explícito e tácito ao longo de um continuum, tendo caráter contextual.

Noutro dia, um leitor deste blog fez um comentário, questionando qual seria minha definição de verdade. Questionava ainda se este conceito não seria relativo.

Aquele comentário toca em aspecto muito importante. Nonaka e Takeuchi (1995, p. 58) esclarecem que:

Nós adotamos uma definição tradicional de conhecimento como "crença verdadeira justificada". Deveria ser notado contudo, que enquanto a epistemologia ocidental tradicional focou-se na "verdade" como atributo essencial do conhecimento, nós destacamos a natureza do conhecimento como "crença justificada..." .

Enquanto a epistemologia tradicional enfatiza a natureza absoluta, estática e não-humana do conhecimento, normalmente expressa em proposições e lógica formal, nós consideramos o conhecimento como um processo humano dinâmico, de justificar a crença pessoal em direção à verdade.(tradução minha)

Assim, definir o conhecimento como uma crença justificada em uma verdade, implica reconhecer que os indivíduos estão continuamente justificando a veracidade de suas crenças com base em suas interações com o mundo.

Forte abraço

Fernando Goldman